#OlheiroPDJ: “Novo Henry” surge junto a boa fase do Monaco

Rápido, oportunista e matador, nada de glamour ou superproteção, Mbappé começa 2017 voando no time Monaco, algo que era esperado em 2015 quando subiu para os profissionais com 16 anos se tornando o atleta mais jovem da história do clube.

A velha e boa paciência europeia, costuma funcionar com treinadores e também com jogadores, principalmente jovens, basicamente, trabalhando-os melhor. O período de Mbappé nos profissionais precisou de paciência, sua chegada em 2015 foi como uma grande ascensão e o jogador bateu recordes, destaque também nas divisões de base Francesa, o jogador não encantou em seu primeiro ano, mas também com paciência, o jovem esperou no banco de reservas, sua oportunidade. No ano seguinte, o garoto começou a ter chances em competições nacionais e marcou seu primeiro hat-trick pela Copa da Liga Francesa. A titularidade que estava prestes a se confirmar, este ano tornou-se absoluta (por suas últimas atuações) com seus gols decisivos em jogos importantes e também pela quantidade deles na temporada.

Mbappé e a bola do jogo pós hat-trick. Foto: Divulgação.

 

O apelido
Não é só o brasileiro que cria expectativas e dá apelidos um tanto ou quanto chamativos para jogadores que aparecem jogando bem, aliás, as comparações dos franceses também são ousadas, do tamanho de suas expectativas. Simplesmente, o garoto francês começou a ser comparado nada mais nada menos com Thierry Henry.

Convenhamos que o jeito de jogar, driblar, correr, bater na bola e até as pernas cumpridas lembram bastante o ex-jogador Francês.

O ídolo

Quarto repleto de fotos do CR7.

Se por um lado ele tem Henry como comparação, na foto acima podemos ver que Cristiano Ronaldo é seu ídolo. O jovem Francês quando pequeno, tinha dezenas de fotos do craque português em sua parede do quarto.

Ofertas na mesa

Obviamente, com toda bola que vem jogando o garoto, clubes irão assedia-los constantemente, e o primeiro, foi justamente o time onde atua seu ídolo, o Real Madrid, mas esse, ainda antes de chegar aos profissionais do Mônaco, porém, a família do atleta optou por ficar na França com melhores condições de vida.

Em 2016, o Manchester City viu de forma acertada, uma promessa a surgir, com isso, ofereceu uma proposta de € 40 milhões no moleque, que logo, foi recusada.

*Mbappé tem contrato com o Mônaco até metade de 2019.

Mbappé daqui pra frente

Como sempre, comparações irão atrapalhar sua carreira como a de qualquer outra promessa, mas assim como Gabriel Jesus, o garoto parece não ligar muito e bate de frente com qualquer zagueiro cascudo. Com a cabeça no lugar, o que parece ter, ele poderá alcançar voos altos dentro de campo, até mesmo com a Seleção Francesa que vem tendo boas safras e parece se preparar para um título Mundial. Mais ofertas irão surgir, fazendo boas escolhas visando o futuro, pode acabar pintando como destaque no futebol mundial.

Daniel Dutra
Siga-o

Daniel Dutra

Carioca, apaixonado pelo Brasil, mas que não esconde seu encanto pelo futebol internacional. Foi jogando bola que me apaixonei pelo futebol, e vendo o Milan jogar que comecei a acompanhar. Espero um dia poder ser Jornalista.
Daniel Dutra
Siga-o

Últimos posts por Daniel Dutra (exibir todos)